Contribua para nossas ações.

Postagem em destaque

Vc teria coragem de matar um animal para comer?

Fonte: Vista-se No curta Casa de Carne, de apenas 2 minutos, a ONG norte-americana Last Chance for Animals mostra o que a maioria das pe...

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019

Vc teria coragem de matar um animal para comer?

Fonte: Vista-se

No curta Casa de Carne, de apenas 2 minutos, a ONG norte-americana Last Chance for Animals mostra o que a maioria das pessoas faria se tivesse que matar os animais que compra para comer.

O filme mostra três amigos descobrindo um restaurante novo no qual a experiência de comer carne é oferecida de uma maneira completamente diferente da que é oferecida atualmente.

Após escolherem um prato com costelinhas de porco para o jantar, eles são convidados a conhecerem os bastidores da cozinha e a matar o porco do qual querem comer as costelas.

O curta-metragem é extremamente bem feito e fácil de entender, mesmo sem legendas. Não tem violência gráfica explícita.

Assista ao vídeo | YouTube


sábado, 2 de fevereiro de 2019

A mensagem oculta dos bichinhos que aparecem em nossa casa

Estava pesquisando o Youtube outro dia e acessei o canal da Fernanda Restauradora e achei coisas muito interessantes para quem gosta de se conhecer melhor ou então entender os sinais que o Universo nos dá.Eu indico uma visita bem demorada.

Ela começa chamando a atenção Entre os vários vídeos que ela postou tem dois sobre a leitura metafísica dos insetos, na verdade dos bichinhos em geral, ou o que significa a presença deles em nossas casas. 


Não posso julgar se isso é verdadeiro ou não, até acho que ninguém pode, afinal existem muitos mistérios inexplicáveis na história da Humanidade. Mas é bem interessante.



Ela deixa bem claro que temos que observar o entorno, se é um ambiente propício para o surgimento dos bichinhos, se falta limpeza, ou se moramos onde tem muitas plantas ou mato. É o aparecimento anormal desses bichinhos que deve chamar a nossa atenção.

  • Formigas: invasão familiar. Devagarzinho, como as formigas, as pessoas estão invadindo a sua casa, a sua energia. Sinal que você está sendo invadida por palpites, julgamentos, intervenções de pessoas muito próximas, querendo comandar, etc.
  • Casas de marimbondos ou abelhas: As abelhas apontam sempre para o lado da cooperação, da parceria e do senso de coletividade. Mas, se você ou alguém em sua casa está prezando em demasia o núcleo familiar, quer corresponder às expectativas dos outros, da necessidade de aprovação, elas aparecem para alertar. 
  • Baratas: pensamentos sujos, depreciativos, raiva ou crítica. As pessoas da casa estão desgostosas, com pensamentos negativos. Indicam muito julgamento, comentários maldosos, fofocas, que atrasam a vida.  
  • Marias fedidas fazem parte do hall dos besouros que desde o antigo Egito, significam sorte, novidades. No caso das Marias fedidas elas só exalam o odor ruim ao serem agredidas ou apertadas ( em momentos de tensão e medo). Elas traduzem uma possível agressividade quando vc ou alguém da casa se sente acuada e provocada. Descontrole na hora de se colocar durante alguma provocação. 
  • Joaninha : é um chamado à alegria, para se olhar as coisas com encantamento. Visão positiva das coisas. Ser mais alegre e otimista.
  • Aranhas: Necessidade de aprovação das pessoas de fora, perda de energia de concentração e da prosperidade. Ligações familiares em forma de teia, vítimas.
  • Cupim: "Olho Grande", inveja ou dor de cotovelo. Crítica pelas costas.
  • Escorpiões: inimigos querendo saber sobre sua vida para prejudicar. Geralmente pessoas próximas. Intenção voltada para o mal, observe e avalie.
  • Centopeia ou lacraia: infiltração e vazamentos de informações sigilosas da família. 
  • Moscas: Pensamentos densos, questionadores, energia bem carregada, em sua casa ou de fora para dentro. 
  • Cigarras: Necessidade de diálogo externos ou conversas francas internas na família ou com a gente mesmo. São pensamentos que sempre vem em mente, recorrentes. Trata-se muitas vezes da voz interior na busca pelo auto apoio diante dos questionamentos e pequenas incertezas da vida. 
  • Grilos: necessidade de mudança de padrões antigos de pensamentos ou de vida. Fazer coisas novas, novas práticas e ações pioneiras. 
  • Morcegos: ficar de olho em pessoas que estão rondando, perigosas, que se sentem superiores a você ou alguém da casa.
  • Borboletas ou Libélulas: se coloridas representam necessidade de transformação, mudança de atitude para obtenção de novos e diferentes resultados . Desabroche, ouse, arrisque-se. Borboletas coloridas podem anunciar essas mudanças já ocorrendo, também. No caso das Mariposas ou borboletas escuras indicam morte ou doenças sérias na família.
  • Pulgas: (de pessoas, não de bichos de estimação), assim como os mosquitos, indicam vampirismo, invasão energética. No caso dos mosquitos você está sujeita a muito zum zum zum, pensamentos repetitivos.
  • Vaga-lumes: Amparo espiritual, forte. Proteção divina. Aponta para uma fé mais sólida e firme.
  • Traças: pessoas próximas ou distantes, bem discretas, mas que estão drenando sua energia, seja pedindo favores, seja minando sua prosperidade, sua energia. Tem a ver com coisas do passado que nos deixam vulneráveis, coisas mal resolvidas.
Outros bichinhos que nos trazem recados:
  • Lagartixas: estão ligadas à agilidade e foco nos objetivos. Representam também  astúcia, querer levar algum tipo de vantagem, pessoas que estudam as melhores estratégias para se darem bem. Observe, analise. 
  • Beija Flores indicam uma necessidade de se integrar mais com o sagrado e o espiritual...podendo indicar também muita proteção angelical. 
  • Sapos: mudanças, necessidade de transformação, é hora de saltar para o novo.
  • Ratos: Ambiente pesado.inveja ou roubo dentro ou fora de casa. Pessoas que estão cobiçando nossas coisas.
  • Gata que veio dar cria em sua casa: sinta a vida em sua totalidade. Os gatos em geral quando aparecem é para transmutar energias densas e purificar os locais, trazem o DNA espiritual no Carma deles. Já as "gatas quando procuram locais para dar crias", é pela energia de segurança e amorosidade que elas encontram. Jamais enxote ou expulse após o nascimento, pois nascimento é prosperidade universal em todos os sentidos. Agradeça ao Universo de Deus por ser escolhida para acolher um irmão de jornada do reino animal. O Universo confiou seu lar para o fluxo do viver seguir o seu ciclo. Significa bençãos.
Você sabe de mais alguma coisa relacionada aos insetos? Conte para a gente.

No canal da Fernanda Restauradora tem coisas do Feng Shui, outros sinais da casa, aprender a entender alguns sinais dos outros, etc. Vale a visita se você gosta desses assuntos.

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2019

VEJA POR QUE VOCÊ DEVE EVITAR O USO DO FILME PVC E CONHEÇA SUBSTITUTOS

Fonte: GrennMe Farei bem à Terra
7/1/19
atualizado: 9/1/19
por Eliane Oliveira



Ele é prático, barato, flexível e um pouco grudento, mas é o queridinho de muitas donas de casa e, principalmente, dos mercados e mercearias, quando se trata de “conservar” alimentos. Estamos falando do plástico filme ou filme PVC. E qual o problema disso?

Bem, o problema está justamente no descarte desse material, pois devido aos componentes que o fazem ficar flexível, ele se torna um plástico difícil de reciclar e, assim como muitos outros resíduos de plástico, vai parar em aterros sanitários demorando anos para se decompor e o pior, muitas vezes chegam nos oceanos, matando animais indefesos que confundem pedaços de plástico com comida.

ANIMAIS MARINHOS CONFUNDEM PLÁSTICO COM COMIDA. MAS POR QUE SERÁ?

Batemos nessa tecla de conscientização ambiental, pois infelizmente muitas atitudes nossas são impensadas, visando apenas a praticidade do dia a dia e a comodidade da vida moderna. Só que não é bem assim que devemos agir, não é mesmo?

Se existem alternativas que podem minimizar esse impacto ambientalcausado pelos nossos hábitos modernos, por quê não aprendê-los e aderir a eles? Por isso, vamos aprender o que é o plástico filme, se é possível reciclá-lo e quais as opções para substituí-lo.

Índice
O que é plástico filme?
O plástico filme é reciclável?
Tempo de decomposição
Alternativas para substituir o plástico filme

1. O que é plástico filme?

O plástico filme ou filme PVC (policloreto de vinila) é um plástico de baixa densidade, também chamado PEBD, o qual amolece em baixas temperaturas, queima como vela e tem a superfície lisa e “cerosa”.

O PEBD é flexível, leve, transparente e impermeável, sendo bastante utilizado para fabricar filmes para embalar alimentos, sacaria industrial, sacos de lixo e as polêmicas sacolinhas de supermercado.

Segundo o Ministério do Meio Ambiente, aproximadamente 500 bilhões e 1 trilhão de sacolas plásticas são consumidas em todo o mundo anualmente. No entanto, sacolas plásticas podem ser recicladas, mas e o plástico filme?

2. O plástico filme é reciclável?

Sim, o plástico filme é reciclável, podendo inclusive criar outros produtos a partir dele. No entanto, esse processo é um pouco complicado, principalmente no Brasil, onde quase não existem postos de reciclagem, ou a coleta é praticamente nula.

Por isso, nossa missão é procurar postos de reciclagem que recebem este tipo de material e levar o plástico filme já limpo e sem resíduos. Procure se informar sobre o processo de reciclagem que será realizado neste posto, pois se efetuado de forma incorreta pode liberar substâncias tóxicas que poluem o meio ambiente.

Infelizmente o plástico filme não pode ser reciclado juntamente com as outras embalagens plásticas, como por exemplo as sacolinhas, pois se forem colocadas no incinerador, liberam dioxinas que, além de poluir o meio ambiente, colocam em risco a saúde humana por causa do risco de câncer.

Por isso, a melhor forma de reciclar o plástico filme é não usá-lo!
3. Tempo de decomposição

O plástico leva pelo menos 100 anos para se decompor, isso inclui sacolinhas de plástico e até mesmo o filme de PVC. Por isso, a melhor alternativa a ele é substituir o plástico filme por produtos biodegradáveisou até mesmo por truques simples que já temos em casa, como veremos a seguir.

4. Alternativas para substituir o plástico filme

Já que o plástico filme é tão nocivo para o meio ambiente e o processo de reciclagem é tão complicado, podemos buscar algumas alternativas reutilizáveis para não precisar mais dele.

POTES DE VIDRO

Alguns recipientes como potes de margarina, ou até mesmo os que compramos em lojas de utilidades são melhores do que o plástico filme. No entanto, o ideal é escolher os de vidro, pois mesmo os potes de plástico podem liberar toxinas nos alimentos. Existem muitas marcas no mercado que informam se o plástico utilizado na produção dos potes é livre de BPA, por isso leia as informações na etiqueta do produto.

TAMPAS DE SILICONE

Outra alternativa para conservar alimentos são as tampas de siliconeadaptáveis a diversos tamanhos de recipientes. Elas podem ser uma ótima alternativa ao plástico filme, desde que sejam feitas com silicone totalmente não tóxico. Por isso, verifique se o produto possui uma etiqueta que contém essa informação.

PARA MASSAS REPOUSAREM
Para receitas de massas que pedem para deixá-las repousando com papel filme, as substituições são as seguintes:

  • Caso tenha que deixar a massa na geladeira, unte-a com um pouco de óleo e coloque num prato dentro da geladeira.
  • No caso de massas que precisam ficar repousando por um longo período, como as de pão ou pizza, coloque-as em uma tigela de vidro e cubra com um pano de prato úmido.
  • Se mesmo assim, você não conseguir ficar sem o plástico filme, talvez seja o caso de esperar pelo bioplástico, um tipo de plástico filme biodegradável feito com matéria-prima vegetal.

Pesquisadores da USP estão tentando patentear um alternativa sustentável para o filme plástico, a qual é produzida com fécula de mandioca, mas segundo eles é preciso criar um modelo de produção para suprir a necessidade da indústria.

Enquanto isso, continuamos buscando alternativas para conservar os alimentos sem precisar utilizar o plástico filme.

5 ALTERNATIVAS AO FILME PVC PARA CONSERVAR ALIMENTOS

Algumas iniciativas como a da Fe Cortez do Canal “Menos 1 lixo”, dão dicas para conseguir isso. Segundo ela, o plástico filme também não é a melhor maneira de conservar os alimentos, pois além da taxa de reciclagem desse material ser de apenas 17%, alimentos embalados com plástico filme não respiram.

Sem contar que, muitos alimentos orgânicos, que tem por objetivo a conservação do solo e a diminuição dos impactos ambientais, são embalados com isopor e plástico filme, ou seja, fogem do propósito de conservação do meio ambiente, lembra Cortez.

Por isso, ela traz algumas dicas de como eliminar o plástico filme do dia a dia.

Dentre as dicas, além dos potes de plástico ou de vidro, que falamos acima, ela sugere também:

  • 1 bol (tigela) e 1 prato que podem cobrir alimentos e ainda podem ser empilhados na geladeira;
  • Guardanapo de pano ou pedaços de tecido para embalar sanduíches;
  • Embalagens de tecido cobertos com uma resina de mel. Essas são novidade no mercado, são dobráveis e moldáveis com o calor das mãos, podendo ainda serem lavadas e reutilizadas.
Bom, essas foram apenas algumas dicas para não precisarmos mais utilizar o plástico filme para conservar os alimentos, como fazemos há anos de forma automática.

Se você já utiliza ou tem mais alguma ideia útil para fazer essa troca, compartilhe com o máximo de pessoas que puder para que possamos aderir e melhorar a saúde do nosso planeta!

Talvez te interesse ler também:

ALGAS NO LUGAR DO PLÁSTICO: UMA IDEIA QUE PODE O SALVAR O PLANETA
POTATO PLASTIC: TALHERES E SACOLAS FEITAS DE BATATAS PARA DIZER ADEUS AO PLÁSTICO
ESTUDANTE DE ESCOLA PÚBLICA CRIA CANUDO BIODEGRADÁVEL FEITO DE INHAME

O HOTEL EM PARIS ONDE CADA QUARTO É DEDICADO A UM ESCRITOR, E NA CAMA VOCÊ ENCONTRA UM LIVRO

Fonte: GrennMe - Farei bem à Terra
11/12/18
por Redação



Cada quarto é dedicado a um escritor ou a um poeta. Nas paredes estão suas frases mais famosas, enquanto na cabeceira da cama encontra-se um livro para ler. Bem-vindo ao Le Pavillon des Lettres, o primeiro hotel literário de luxo em Paris.

"Atrás de cada porta está a alma de um poeta, um escritor, um apaixonado, um gênio que dará uma atmosfera especial ao quarto, com a ajuda de peças escolhidas e impressas nas paredes. E como o sono é nutrido por belas imagens, o fio condutor desses textos irá chegar à imaginação da noite, dos sonhos e da poesia", diz o site oficial do hotel, com a vista para a Torre Eiffel.

De Andersen, Baudelaire, Calderon, Diderot, Yeats e Zola. E ainda Victor Hugo, Henrique Ibsen, Henrique James, Franz Kafka, William Shakespeare, Léon Tolstoi e muitos outros. Um verdadeiro paraíso para quem vive de água e livros. Vinte e seis quartos e suítes onde os livros são os verdadeiros protagonistas: eles estão nas prateleiras, na cama, entre os móveis, enfim, em todos os lugares.

A mobília, nem precisava dizer, está em perfeito estilo parisiense, os banheiros são em ardósia preta e vidro e nos quartos há um terracinho privado. Todos os dias um livro diferente é entregue, tanto de arte, literatura, design, poesia e assim por diante.

Mas não acabou aqui, o hotel também oferece um professor de francês, para facilitar a leitura dos textos mais difíceis.

Por trás dessa ideia também está a assinatura do decorador Didier Benderli que, com seu projeto, quer combinar o design com a literatura.

Veja como é maravilhoso:















Essa é uma boa ideia para ser copiada aqui no Brasil, não é?
(nota do Blog IPC)


AMIGOS SÃO ANALGÉSICOS NATURAIS MAIS EFICAZES QUE A MORFINA

Fonte: GrennMe Farei bem à Terra
7/1/19
por Redação


A preciosa ajuda das pessoas mais queridas para nós, na superação dos tempos difíceis, e até mesmo na superação da dor física, foi confirmada pela ciência: os amigos seriam ainda melhores que morfina!

Já se falava dessa possibilidade há algum tempo, mas uma pesquisa da Universidade Britânica de Oxford confirmou que os amigos ajudam a suportar melhor a dor e afastar a depressão pra longe da gente. Tudo isso é possível porque, quando estamos na companhia deles, muitas endorfinas são liberadas em nosso corpo. As endorfinas são substâncias úteis para nos trazer sensações de bem-estar, gratificação e para regular o nosso estado de ânimo.
A FELICIDADE E SEUS HORMÔNIOS: ENDORFINA, OCITOCINA, DOPAMINA E SEROTONINA

Existe, portanto, uma conexão entre a depressão, o nível baixo de endorfinas com o fato de ter poucos amigos? Segundo Katerina Johnson, coordenadora do estudo, a resposta é sim:

"Os resultados são interessantes também porque pesquisas recentes sugerem que o circuito de endorfinas pode ser interrompido em distúrbios como a depressão, e isso também poderia explicar por que as pessoas deprimidas muitas vezes fazem uma vida socialmente mais retraída".

O experimento no qual o estudo foi baseado, publicado na revista Scientific Reports, foi muito simples. Em primeiro lugar, os pesquisadores preencheram um questionário com 101 voluntários (entre 18 e 34 anos), no qual cada um deles precisava especificar os principais aspectos das suas relações sociais. Depois, todos eles foram submetidos a um pequeno teste de dor que consistia em estar em uma posição muito desconfortável (posição de agachamento com as costas retas contra a parede) pelo tempo que pudessem resistir.

Viu-se que, precisamente aqueles que tinham mais amigos, também eram aqueles que resistiam mais, demonstrando assim uma maior tolerância à dor, semelhante àqueles que tiveram que tomar morfina como analgésico.

Amigos portanto (a ciência confirma isso), são verdadeiros analgésicos naturais: aliviam as nossas dores física e emocional. Nós só temos que agradecer pelo fato de termos amigos, e aproveitar essa sorte!

Talvez te interesse ler também:
BANCO DA AMIZADE: COMO SE COMBATE, COM SUCESSO, A DEPRESSÃO NA ÁFRICA
UM BELÍSSIMO CURTA SOBRE A IMPORTÂNCIA DA EMOÇÃO E DA AMIZADE
QUER TER MUITA SAÚDE? TENHA AMIGOS!

POR QUE VOCÊ NÃO DEVE RECOLHER E LEVAR PRA CASA AS CONCHAS DO MAR


Fonte: GrennMe - Farei bem à Terra
23/1/19
atualizado: 25/1/19
por Deise Aur



As conchas que aparecem vazias na areia da praia, antes abrigaram seres vivos como moluscos e animais de corpo mole, servindo como carapaças protetoras ou esqueletos externos para eles. Mesmo vazias, elas ainda continuam desenvolvendo um papel importante para o equilíbrio do ambiente no qual se encontram. Veja por que não é uma boa ideia recolher e levar para casa as conchinhas do mar, por mais bonitinho ou inocente que este gesto pareça ser.

O carbonato de cálcio é um nutriente que faz parte da constituição das conchas. Estas são muito úteis ao meio-ambiente e ao ecossistema, pois têm diversas finalidades:
servem para promover a estabilidade do ambiente marinho;
servem como materiais para construção de ninhos de aves;
como substrato para as plantas marinhas;
de abrigo para as algas e de carapaça de proteção para os caranguejos-ermitões.

A remoção das conchas da praia altera, de forma prejudicial, os habitats marinhos, provocando os seguintes desequilíbrios:
  • diminuição dos organismos e seres que dependem das conchas;
  • aumento da erosão nas praias;
  • produz o impedimento do reaproveitamento do carbonato de cálcio pela vida marinha.

A retirada de conchas da praia tem causando impacto ambiental em várias partes do mundo. Um exemplo disso é a Espanha, que devido à excessiva retirada das conchas da praia. teve como consequência a diminuição dos peixes.

Para ampliar esse assunto, a Rádio Amazônia apresentou em seu programa Tarde Nacional - Amazônia, uma entrevista com a bióloga Camila Domit, da Rede de Especialistas em Conservação da Natureza, para falar sobre a importância de conservar as conchas no ambiente, pois beneficiam a natureza e outros organismos.
Se cada turista levar uma ou mais conchas...

Ao andar à beira mar, tem épocas que aparecem várias conchas vazias na areia devido à ressaca do mar, e as pessoas as levam para casa, como uma espécie de recordação do passeio e da viagem. Entretanto a retirada das conchas da natureza, prejudica o ambiente natural.

Segundo a bióloga entrevistada, as conchas compõem a biodiversidademarinha, contribuindo para nutrir os seres vivos e para manutenção do ecossistema marinho.

A respeito disso, ela deu a seguinte explicação:

"A concha conforme vai se decompondo, contribui com o aumento da quantidade de carbonato e de cálcio no ecossistema marinho.
O carbonato de cálcio é essencial para a formação de ossos, para este fortalecimento, então vários organismos dependem do ciclo biogeoquímico desse composto pra composição de novos organismos."

Façamos a seguinte análise, com centenas de pessoas frequentando e passando férias no litoral: se cada turista levar uma ou mais conchas da praia, isso reduzirá a incidência delas na areia, provocando desequilíbrio no meio aquático.

Por isso é importante a prática da educação ambiental e do turismo ecossustentável para termos contato com a Natureza, sem interferir e prejudicar sua biodiversidade.

Em vez de coletar a concha da praia para levar de recordação, tire uma foto da paisagem. Dessa forma você não irá causar danos à vida marinha.

Esse Blog é bem legal e tem assuntos interessantes. Veja:

FLAMINGOS COM AS ASAS CORTADAS. EM ARUBA, O HORROR EM NOME DO SELFIE
O DECÁLOGO DO TURISTA RESPONSÁVEL
TURISTA ARREPENDIA DEVOLVE AREIA COR-DE-ROSA DE PRAIA PROTEGIDA

quarta-feira, 5 de dezembro de 2018

Cirque du Soleil traz ao Brasil 'OVO', o espetáculo dirigido por Deborah Colker

Gente .... é imperdível, mas os ingressos já estão se esgotando é bom correr!

Apresentação 'brasileira' da companhia desembarca no País em março de 2019 e vai passar por quatro cidades: Belo Horizonte, Rio, Brasília e São Paulo


Fonte: Estadão
Guilherme Sobota, O Estado de S. Paulo
05 Novembro 2018 | 16h10

O Cirque de Soleil vai trazer ao Brasil, enfim, o seu espetáculo “brasileiro”: OVO, dirigido e criado por Deborah Colker, estreia no País em Belo Horizonte, em março de 2019, e segue por Rio, Brasília e São Paulo, até maio.

As datas: 7 a 17 de março, em Belo Horizonte, no Ginásio Mineirinho; 21 a 31 de março, no Rio, na Jeunesse Arena; 5 a 13 de abril, em Brasília, no Ginásio Nilson Nelson; e finalmente em São Paulo, de 19 de abril a 12 de maio, no Ginásio do Ibirapuera.

As entradas custam de R$130 (meia-entrada) a R$580 (inteira do setor premium em São Paulo).


Alguns dos atores do espetáculo 'Ovo', do Cirque du Soleil, em São Paulo nesta segunda-feira, 5 Foto: Tiago Queiroz/Estadão

Com a trilha sonora criada pelo compositor Berna Ceppas (parceiro musical de Colker desde os anos 1990) passando por várias fases da música brasileira (da bossa nova ao samba, xaxado e funk), e cenário de Gringo Cardia, o espetáculo conta a história de uma comunidade de insetos que recebe com alguma desconfiança um ovo “misterioso”.

Na coletiva de imprensa de apresentação do show nesta segunda-feira, 5, em São Paulo, a coreógrafa conta que recebeu a proposta de ser a primeira mulher a dirigir um espetáculo do Cirque du Soleil em 2006, quando o criador da companhia canadense, Guy Laliberté, viu a parede da peça Velox. “Ele gostou da maneira que eu trabalhava o movimento e como a dança contava uma história, trazendo significados, não sendo apenas abstrata”, disse Colker.

Ela então propôs a ideia do ecossistema, “uma maneira bacana de relacionar técnicas de circo com as famílias de insetos”. O casting dos artistas, segundo Colker, foi um dos momentos mais especiais do processo de criação. Em OVO, são 50 deles, de 14 países, incluindo quatro brasileiros. O espetáculo estreou em 2009 em Montreal e segue em turnê mundial antes de desembarcar no Brasil em 2019.

Colker conta que cresceu muito com o projeto (era o seu maior até então; em 2016, ela foi diretora de movimento das Olímpiadas no Rio). “Quando começamos, me lembro de estar no estúdio ensaiando, e cada um dos atores tinha um tradutor. Quando eu pedia para todo mundo ficar quieto, eles já estavam, na verdade, em silêncio. Essa Babel foi um aprendizado”, comenta. “Foi um processo de criação muito rico e intenso, e eu levei isso para os próximos trabalhos também.”

Os ingressos para o espetáculo começam a ser vendidos para o público geral no dia 29 de novembro. Clientes do Bradesco poderão participar de uma pré-venda a partir já desta terça, 6, com desconto de 20%. O banco é o principal parceiro do espetáculo no Brasil, produzido pela IMM.

segunda-feira, 3 de dezembro de 2018

Dois clássicos de Willian Shakespeare são lançados pela Editora do Brasil


Sonho de uma noite de verão e Romeu e Julieta foram traduzidos e adaptados por Fernando Nuno, que deu uma linguagem desenvolta para as obras 
A Editora do Brasil lança Sonho de uma noite de verão e Romeu e Julieta, duas famosas obras de Willian Shakespeare, traduzidas e recontadas em prosa pelo consagrado escritor brasileiro Fernando Nuno. Os livros fazem parte da Coleção Biblioteca Shakespeare, que apresenta os clássicos shakespearianos aos leitores de maneira leve, em forma de romance e proporcionando uma leitura mais espontânea, mas respeitando todas as ações e profundidade dos diálogos presentes nos originais do autor.


Romeu e Julieta é o mais famoso clássico de Shakespeare. A história de um casal apaixonado que vive um amor impossível, pois suas famílias são inimigas. O trágico final é conhecido por todos, mas a emoção de ler essa história em texto integral é única, e desfrutá-la em linguagem atualizada certamente encantará os jovens leitores.

Autor: Fernando Nuno
Ilustrador: Daniel Araujo
Formato: 14 x 23 cm
Número de Páginas: 144 páginas
Preço sugerido: R$ 55,50
ISBN: 978-85-10-06898-7










Já Sonho de uma Noite de Verão relata três tramas: Hérmia, Lisandro, Demétrio e Helena e suas confusões amorosas; o rei dos elfos Oberon e a rainha das fadas Titânia e seus desentendimentos e magias; e Pedro Marmelo e sua trupe, que estão ensaiando uma peça. As histórias se amarram com o casamento do duque Teseu e a rainha das amazonas Hipólita. Com este delicioso texto, repleto de magia, confusões e humor, os leitores poderão fazer um primeiro contato com esta divertida peça, uma das mais célebres obras de Shakespeare, em linguagem modernizada. A adaptação, conduzida com maestria por Fernando Nuno, é um presente para todos.

As obras foram ilustradas por Daniel Araújo que conseguiu harmonizar de forma perfeita com o texto de Fernando Nuno.

Autor: Fernando Nuno
Ilustrações: Daniel Araujo
Formato: 14 x 23 cm
Número de Páginas: 112 páginas
Preço sugerido: R$ 54,20
ISBN: 978-85-10-06900-7

Sobre o autor:

Fernando Nuno é autor de 15 livros. Todas as suas adaptações de clássicos da literatura receberam o Altamente Recomendável da FNLIJ. Estudou História da Arte no Instituto Dante Alighieri de Florença e Mitologia nos sítios arqueológicos gregos, pela Viking Students, de Atenas. Foi o editor do Círculo do Livro e fez Jornalismo e Letras na USP. Também dirigiu a redação do conteúdo do site brasileiro da Encyclopaedia Britannica.

Sobre o ilustrador

Daniel Araujo formou-se em arquitetura (FAU-USP) e é ilustrador desde então. Já colaborou com revistas e livros, tanto de ficção quanto de arquitetura e pesquisa. Faz animações e ilustrações para publicidade, e já trabalhou com restauração de filmes clássicos brasileiros.

Sobre a Editora do Brasil:

A Editora do Brasil está há 75 anos buscando sempre renovar produtos e serviços, para levar conteúdos atuais e materiais de qualidade para milhares de educadores e alunos da Educação Infantil ao Ensino Médio.

Em todos os cantos do país, professores e gestores que trabalham com os nossos livros têm acesso a um projeto didático comprometido com a ética e com uma educação cada dia melhor.

Nossa missão é ser uma editora de melhor conteúdo e maior presença na educação brasileira. Isso significa que, antes de mais nada, temos compromisso com o dinamismo do conhecimento. A educação que transforma também tem que se transformar. Mais do que nunca, estamos ao lado dos educadores, observando, analisando e discutindo os novos desafios do ensino em nosso país.

Assim, fornecer o melhor conteúdo educacional é mais do que a nossa missão, é a nossa é razão de existir.

Mais informações pelo site: www.editoradobrasil.com.br.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...