Colheita do Bem. Vc também pode!






Para quem mora na cidade, mas não dispensa a calma e a tranquilidade que só a natureza oferece, poucas coisas são tão prazerosas quanto uma caminhada por uma área arborizada com direito a saborear uma fruta fresca recém-colhida do pé. O que à primeira vista pode soar como uma imagem bucólica a muitos quilômetros de distância da correria das grandes cidades, hoje, já é uma realidade no bairro de Beacon Hill, em Seattle, nos Estados Unidos.

A
 Beacon Food Forest, como foi batizada, é uma floresta urbana que está em fase de implantação. Nesse recanto de paz em plena cidade grande, os moradores da região terão, em breve, acesso a uma infinidade de alimentos frescos, saudáveis e de graça. A ideia é da paisagista e arquiteta Margarett Harrison, que apresentou o plano ao governo local e recebeu não apenas o aval para o projeto como também uma área de 20 mil metros quadrados com as condições ideais para plantio e desenvolvimento de espécies frutíferas, como maçã, pera, goiaba e framboesa, entre outras espécies.

Desenho esquemático da Beacon Food Forest
Outro fato interessante a respeito dessa floresta urbana é que ela foi integralmente idealizada dentro do conceito de permacultura. Ou seja, desde a sua concepção foram levadas em conta uma série de elementos que iriam influenciar diretamente no seu desenvolvimento, como o uso do solo, a interação com a fauna e a população local, e até a melhor maneira de plantio (por exemplo, que tipos de vegetais se beneficiariam sendo plantados próximos uns dos outros).
Abaixo selecionamos dois vídeos relacionados com o tema. No primeiro, confira uma reportagem do “Bom Dia Brasil” sobre a Rua Gonçalo de Carvalho, em Porto Alegre, considerada por muitos como a rua mais bonita do mundo. O segundo é um documentário, mais longo, que traz exemplos de como a permacultura pode ser aplicada em ambientes urbanos com o objetivo de eliminar resíduos e evitar desperdícios. Soluções simples e baratas que trazem qualidade de vida e benefícios a longo prazo para o planeta e seus habitantes.

Artigo escrito por Christiane Dias

Comentários

Postagens mais visitadas