segunda-feira, 4 de junho de 2012

Dia Mundial do Meio Ambiente. E o que você realmente está fazendo por ele?

“Falar” de Meio Ambiente para alguns é coisa chata de naturebas ensandecidos. Para outros é “chover no molhado”, porque ninguém liga mesmo, o governo é que deveria estar fazendo! Entretanto, muitos enxergam isso como uma missão de Vida. Aí vemos movimentos, eventos e grupos de discussão. E pensamos, que bom, o Mundo ainda tem salvação.

Será mesmo? Quantos dos que “falam sobre Meio Ambiente”, estão realmente “fazendo” alguma coisa por Ele? Como estão nossas atitudes diárias, aquelas mínimas, que podem fazer a diferença na educação de nossos filhos, por exemplo?

Sabemos que devemos economizar energia, água, evitar o consumismo excessivo, procurar alimentos que não utilizem agrotóxicos e preservem a vida do Agricultor, ou produtos que não agridam a Natureza.

Mas porque fazer disso uma coisa pesada, chata e não um diferencial na minha maneira de ser? Quero ser modelo, quero sim! Mas modelo de alguma coisa que me deixe realmente feliz, feliz porque estou interferindo positivamente na vida do outro, feliz porque estou deixando minha marca para as futuras gerações.

Numa época de tantos “quero tcha, quero tchu”, de reality shows sem sentido, que tal repensar no que eu preciso de verdade, o que me faz bem e não o que os outros, a Sociedade impôs para eu parecer “conectada”.

Os 5 R’s nos ajudam a entender e avaliar melhor nossas atitudes, comece devagar ou se já começou introduza novos hábitos, mas faça disso um jogo diário, o jogo da Vida.


  • Repensar
  • Recusar
  • Reduzir
  • Reutilizar
  • Reciclar
Exercite os 5 Rs com a alegria de promover benefícios ambientais, sociais e econômicos.


Devíamos ser ambientalistas até por egoísmo, para preservar a nossa continuidade no Planeta e também a qualidade de vida que levamos. Já pensaram nisso?

Considere suas atitudes e veja o que pode fazer ainda mais pelo Meio Ambiente.
·        Antes de comprar perguntar: Preciso realmente disto?
·        Posso ir a pé a determinados lugares em vez de carro? E que tal ir de bicicleta, mais divertido?
·        Separo embalagens, matéria orgânica e óleo de cozinha?
·        Prefiro embalagens de papel ou papelão?
·        Jogo no lixo apenas o que não é mais reutilizável ou reciclável?
·        Procuro utilizar produtos de limpeza orgânicos e biodegradáveis ou alternativas caseiras como vinagre, sal, limão e bicarbonato de sódio, mais baratos e que não fazem mal à Saúde e à Natureza?
·        Utilizo lâmpadas econômicas e pilhas recarregáveis?
·        Evito o excesso de sacos plásticos e embalagens? Hoje temos sacolas de pano bem legais para nossas compras, e não só no supermercado, recuse plásticos na farmácia, nas lojas, e onde mais puder. Sempre esclarecendo à vendedora que plástico polui, por isso não uso.
·        Escolha produtos com embalagens mais econômicas, priorize as retornáveis.
·        Prefira produtos certificados que não agridam o Meio Ambiente e cobre Empresas quanto ao quesito Saúde. Porque temos que engolir agrotóxicos e transgênicos? Porque os amidos de milho como Maizena e Yoki , ou produtos como Cremogema, Arrozina, Fermento Royal tem o símbolo de transgênico tão pequeno se Transgênico é “legal” ? Não devia vir em letras bem grandes como um benefício?
·        Exija qualidade, pois nela está embutida a durabilidade do produto. Portanto, menos resíduos e desperdícios (água, energia e recursos naturais).
·        Na cozinha invente receitas e reaproveite de forma integral os alimentos, sendo orgânicos não precisamos descartar as cascas por causa dos agrotóxicos, então podemos aproveitar melhor e diminuir o lixo orgânico.
·        Que tal uma composteira caseira, é mais fácil do que você imagina.
·        Alugue equipamentos em vez de comprar. Quer um exemplo? Quantas vezes realmente usou sua furadeira? Então você precisava de um furo e não de uma furadeira, não é?
·        Utilize melhor seu computador, crie pastas de documentos em vez de imprimir, quando não puder evitar a impressão, faça frente e verso e utilize papel reciclado. Faça blocos de papel-rascunho.
·        Crie ou procure artesãos que criam produtos artesanais e alternativos reutilizando embalagens de papel, vidro, plástico, metal, isopor e CDs .
·        Doe objetos e roupas que possam servir a outras pessoas.
·        Crie a reciclagem em seu prédio, em sua casa ou escritório. Temos estações de reciclagem nos Supermercados e Lojas de materiais de construção, não custa levar até lá, enquanto a Prefeitura não se organiza para isso. Afinal a Prefeitura não se organizou ainda porque nós cidadãos não cobramos dela, assim como não cobramos das Empresas que nos atendem mal ou oferecem produtos ruins e prejudiciais.

Reciclar reduz a utilização desenfreada dos recursos naturais, economiza água, energia, gera trabalho e renda para milhares de pessoas. Lembrando sempre que Consumismo e Prosperidade são coisas antagônicas.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário!

AS 20 REGRAS PARA SER FELIZ

Quem conseguir tornar consciente e colocar em prática essas regras, possivelmente aprenderá a viver com qualidade. Instituto Eneagrama - 21...