Debate aberto sobre Normas Sanitárias para alimentos de produção artesanal, familiar e Comunitária




A produção artesanal de alimentos da agricultura familiar, dos povos indígenas e comunidades locais é uma das expressões da nossa cultura mais reconhecida no mundo, que se destaca pela diversidade de sabores, cores e modos de fazer. 

Apesar da grande importância para a segurança alimentar e nutrici
onal dos brasileiros, os alimentos de produção artesanal, familiar e comunitária ainda encontram grandes dificuldades para a entrada em mercados formais e no mercado institucional, principalmente pela dificuldade de adequação às normas sanitárias vigentes. Dessa forma, muitos produtores familiares operam na clandestinidade ou desistem de agregar valor a sua produção.

Com o objetivo de discutir o problema com os diversos setores interessados, o Instituto Sociedade, População e Natureza (ISPN), o Movimento Slow Food, o Instituto Marista de Solidariedade (IMS) e a União Nacional das Cooperativas da Agricultura Familiar e Economia Solidária (UNICAFES) convidam para debate aberto setores da sociedade civil organizada e os poderes executivo e legislativo.
Na ocasião serão apresentados os resultados da Oficina "Normas Sanitárias para alimentos de produção artesanal, familiar e Comunitária", que será realizada com representantes do governo, sociedade civil, produtores e especialistas.

Data: 28 de setembro de 2012
Horário: 8h30 ás 12h
Local: Auditório do CCB (Centro Cultural de Brasília)
SGAN 601, Módulo B, Asa Norte, Brasília – DF
Informações: ISPN – 61 3327 8085


Aproveitem para ler e assinar o Manifesto Cozinhista:
http://www.malaguetanews.com.br/pimentas/manifesto-cozinhista

Comentários

Postagens mais visitadas