segunda-feira, 20 de junho de 2016

Vamos fazer um tricozinho?

Muito bom o artigo do Saúde Curiosa, com a Revolução Feminista, muitos trabalhos manuais foram considerados menores e coisas de mulher submissa. Assim fizemos com os trabalhos manuais (bordado, trico, crochê, etc) e também com a cozinha.

Hoje, estamos retornando ao equilíbrio e podemos sentir a importância desses trabalhos para nossa saúde física e mental. Muito trico, muito crochê, muitas comidinhas gostosas e vamos ser muito mais mulheres exatamente por causa disso. Escolha qual a arte que mais a representa e mão à obra.

Bora lá?
Nadia Cozzi

6 Razões para Começar a Tricotar Antes de se Tornar Vovó (ou Vovô!)

29/11/15 

Aprender a tricotar pode não estar no topo de sua lista de preferências, mas deveria estar. Não apenas para agradar a sua avó, e sim pela atividade trazer uma variedade de benefícios.

1. Dá-lhe um sentimento de orgulho




Não é um monte de gente que sabe como fazer tricô.
Quando perguntarem onde você comprou, você terá o prazer de dizer que foi você mesmo quem o fez.

Eles vão ficar incrédulos de sua bruxaria recém-adquirida e você vai receber uma tonelada de elogios (mais uma tonelada de pedidos de roupas e acessórios iguais ao que você fez. Você pode até arrumar uma renda extra a partir disso. Lide como preferir).

2. Tem os mesmos benefícios da meditação

Fazer tricô pode ser muito relaxante. Projetos de tricô geralmente não possuem muita variedade do fazer, apenas alguns pontos a mais. O movimento repetitivo e ritmado é relaxante e tem os mesmos benefícios para o corpo e a mente que uma sessão de meditação.

3. Alivia sintomas de ansiedade, estresse e depressão



Os movimentos rítmicos e senso de foco podem ajudar a distrair sintomas de ansiedade, depressão e estresse. Além disso, quando sentamos e paramos a rotina por alguns minutos, isso ajuda a reduzir afrequência cardíaca e a pressão arterial.

4. Ajuda a melhorar as funções motoras



O tricô estimula quase todo o cérebro de uma só vez - o lobo frontal (que orienta o processamento de recompensas, atenção e planejamento), o lobo parietal (que lida com a informação sensorial e navegação espacial), o lobo occipital (que processa a informação visual), o lobo temporal (que está envolvida no armazenamento de memórias e interpretação de linguagem e significado) e do cerebelo (que coordena precisão e tempo de movimento).

Por isso, a atividade pode ser usada para ajudar as pessoas com doenças como Parkinson, a melhorar as suas funções motoras.

5. Retarda o declínio cognitivo



Enquanto ele está ajudando a melhorar a sua função motora e humor, o tricô também está estimulando seu cérebro para mantê-lo saudável.Quanto mais você usa seu cérebro, mais saudável ele se torna.

Segundo a Clínica Mayo, os idosos que se envolvem em artesanato (incluindo tricô) são cerca de 30-50% menos propensos a ter um “comprometimento cognitivo leve” do que aqueles que não o fazem.

6. Ajuda a prevenir artrite e tendinite

Assim como você tem que usar seu cérebro para mantê-lo saudável, o mesmo vale para suas articulações.

Segundo o Dr. Barron, usando os dedos suavemente, realizando essa atividade, acumulamos cartilagem, tornando-os mais forte. Tricô é melhor para isso do que a digitação.




Já tem artrite? Dr. Barron recomenda embeber suas mãos em um pouco de água quente e o uso de agulhas maiores para criar suas obras-primas.

Agora que você sabe tudo sobre os benefícios de saúde do tricô, que tal ir na loja de artesanato mais próxima de sua casa e adquirir os materias necessários para iniciar essa atividade?

Alguns locais até oferecem aulas gratuitas ou mais baratas para iniciantes. No YouTube também há diversos vídeos-tutorias que ensinam como tricotar.

Dedos à obra!
Fonte: Awebic

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário!

Fique mais um pouquinho e aproveite:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Tem mais gente ....