quinta-feira, 9 de junho de 2011

Ajude a ficar de olho nas Propagandas " Verdes" Enganosas

Desde que o assunto sustentabilidade entrou na pauta do dia, muitas empresas andam espalhando por aí que são “verdes”. Algumas, realmente, são. Outras, nem tanto. Com isso, muitos consumidores caíam nesses falsos anúncios. Mas este cenário vai sofrer algumas alterações. O Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar)acaba de decidir que, a partir do dia primeiro de agosto, as publicidades que circularem no Brasil defendendo a bandeira ecologicamente de seus produtos ou serviços terão de provar que realmente estão apresentando algo amigo do meio ambiente.

“Um anúncio que cite a sustentabilidade deve conter apenas informações ambientais passíveis de verificação e comprovação. Não estamos buscando punir essas empresas, mas sim elevar o nível da publicidade sobre sustentabilidade”, declarou Gilberto Leifert, presidente do Conar, ao jornal O Estado de S.Paulo. Leifert citou os países Canadá, França e Inglaterra como referência no assunto, já que esses andam fiscalizando bem de perto o conteúdo dos anúncios que se dizem sustentáveis para evitar o efeito greenwashing, que não passa de uma tentativa de enganar os consumidores sobre o caráter sustentável de  produtos ou serviços.
É bom as empresas se prepararem, já que as regras são duras e as punições severas, caso aconteça o desrepeito das normas. “Não serão considerados pertinentes apelos que divulguem como benefício socioambiental o mero cumprimento de disposições legais”, aponta o presidente da instituição, que tratou de avisar que, como castigo, o anunciante pode levar uma advertência ou pode ter a suspensão da campanha publicitária. Além, claro, da  divulgação pública do descumprimento da regulamentação.
Mariana Ferraz, advogada do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), vê com bons olhos esta nova etapa da publicidade brasileira. “Hoje vemos uma enxurrada de greenwashing na publicidade.As empresas se vendem como verdes, dizem que plantam árvores, mas ninguém fiscaliza essas ações. Agora os consumidores poderão utilizar o Conar para denunciar empresas que estejam mentindo nesse campo”, disse a advogada.


Fonte: http://style.greenvana.com/2011/ajude-a-ficar-de-olho-em-propagandas-verdes-enganosas/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...