terça-feira, 2 de agosto de 2011

Lições e práticas para a implantação de viveiros e produção de mudas


A manutenção dos recursos hídricos e da diversidade biológica depende de iniciativas de recuperação de parte das áreas naturais que foram suprimidas e da implantação de estratégias que aliem modelos de produção à conservação dos recursos naturais. O primeiro passo para viabilizar estas iniciativas é capacitar “agentes de restauração” na formação de mudas, implantação e manutenção de viveiros florestais e agroflorestais. Estas são questões práticas abordadas no “Curso de Viveiros e Mudas” a ser realizado na sede do IPÊ, em Nazaré Paulista – SP.
 PÚBLICO-ALVO
Produtores rurais, estudantes, técnicos em meio ambiente, agrícolas e florestais de nível médio, extensionistas e demais profissionais responsáveis pela produção de mudas, implantação e manutenção de viveiros.
 CONTEÚDO
- Planejamento de viveiros: avaliando a capacidade produtiva e os cuidados na implantação
- Legislação Ambiental para produção de mudas exóticas e nativas.
- Uso de materiais e equipamentos na produção de mudas
- Parâmetros de qualidade das mudas
- Técnicas de coleta de sementes
- Formação de mudas: quebra de dormência de sementes, tipos de substratos e recipientes
- Prática de enxertia
- Irrigação e adubação 
- Visita Técnica ao viveiro de mudas
 INSTRUTORES
Jefferson Ferreira Lima
Jefferson trabalha a mais de 20 anos com agricultores familiares, utilizando a extensão rural como um importante mecanismo no desenvolvimento de projetos socioeconômicos. Teve uma experiência inicial na EMATER/PR e contribuiu para a criação da Cooperativa dos Assentados de Reforma Agrária do Pontal do Paranapanema no Estado de São Paulo, onde participou da elaboração do Plano de Desenvolvimento Rural para o Pontal do Paranapanema. Atua há 12 anos no IPÊ, tendo participado nos projetos de Ilhas de Biodiversidade, Abraço Verde e Viveiros Comunitários, sempre atuando com agricultores familiares. Atualmente coordena o projeto Café com Floresta, que conta com o envolvimento de 90 famílias assentadas de reforma agrária na região do Pontal do Paranapanema. 
É formado em Técnico em Agropecuária com graduação em Geografia e Mestrado em Agroecologia e Desenvolvimento Rural Sustentável pela Universidade Internacional de Andalucia–Espanha.
Nivaldo Ribeiro Campos 
Técnico em Meio Ambiente, é responsável pela condução de 29 viveiros na região do Pontal do Paranapanema – SP. Como resultado dos cursos de capacitação desenvolvidos pelo IPÊ nesta região, foram instalados viveiros com capacidade de produção total de 800 mil mudas/ano. Um impacto social resultante desta iniciativa é a venda de mudas florestais como fonte de renda alternativa. As mudas são vendidas a proprietários de terras que precisam por determinação legal, recuperar áreas de preservação permanente (beiras de rios, nascentes e encostas). 

 INVESTIMENTO
À vista: R$ 665,00
À prazo: R$ 665,00 (primeira parcela R$ 245,00 + 3x R$ 140,00)
O VALOR DE CURSO INCLUI 3 DIAS DE HOSPEDAGEM, 5 REFEIÇÕES DIÁRIAS, TRASLADO (AEROPORTO DE GUARULHOS – IPE OU RODOVIÁRIA DE ATIBAIA – IPE), MATERIAL DIDÁTICO E CERTIFICADO DE PARTICIPAÇÃO. O CBBC NÃO COBRE DESPESAS DE VIAGEM.
Informações: www.ipe.org.br cbbc@ipe.org.br

55 (11) 4597-1327 / 9981-2601
Se você não deseja mais receber nossos e-mails,
cancele sua inscrição.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...