sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Poetas Ambulantes organizam passeio pelo transporte público paulistano e sarau no Ibirapuera


Catraca Livre - 21/12/12

Grupo que invade ônibus pela cidade promove "saída poética" enquanto distribui livros e poesias

(poetas ambulantes - divulgação)

O coletivo Poetas Ambulantes distribui poesias nos ônibus lotados

Imagine estar no ônibus voltando para casa e ser surpreendido por um grupo de poetas em um sarau, declamando ali mesmo, em pé, suas poesias. Esse é o cotidiano do coletivo Poetas Ambulantes, que organiza uma “saída poética” nesse sábado, 22, para atravessar a cidade.

O encontro acontece na estação Corinthians – Itaquera da linha 3-Vermelha do Metrô, às 14h30. O destino é a estação Brigadeiro, da linha 2-Verde, onde o grupo pegará um ônibus para o Parque do Ibirapuera. Lá, às 17h30, acontece o sarau no gramado em frente ao restaurante The Green.

Além de participar do sarau, quem for ao Ibirapuera neste sábado poderá ganhar algum dos 500 livros que serão distribuídos pelos poetas. As obras foram doadas por amigos e parceiros dos coletivo.

poetas ambulantes - divulgação


“Estamos aqui invadindo o seu dia”, é assim que o grupo aborda o seu público efêmero
“Invadindo seu dia”
“Poderíamos estar matando, poderíamos estar roubando, poderíamos estar ouvindo som alto, poderíamos estar dormindo, babando no seu ombro, mas não, estamos aqui, humildemente invadindo seu dia, para recitar e distribuir poesia.” É assim que os poetas ambulantes abordam as pessoas enquanto trabalha diariamente dentro dos coletivos da cidade de São Paulo.

Todos os dias o grupo aborda motoristas de ônibus e pede 10 minutos de carona. Nesse tempo, os poetas disparam poesias e divulgam sua arte. Em cada coletivo há uma ação diferente, que varia com o decorrer do sarau com a escolha das poesias. Os passageiros são encorajados a aplaudir e interagir com os ambulantes, podendo inclusive participar do sarau, explica um dos membros do coletivo.

VEJA TAMBÉM
Projeto Rap em Cartaz quer espalhar pela cidade frases que façam pensar

Não há tema nem censura para as poesias. As saídas do grupo acontecem em dias úteis, em horários de maior movimento e trânsito, em que os passageiros estão mais cansados e estressados. A intenção é impactar a vida de alguém em um momento de difícil descontração e diversão.

O coletivo Poetas Ambulantes é formado pelos poetas: Carolina Peixoto (pedagoga e agente cultural), Luz Ribeiro (gerente de núcleo sócio-educativo), Mariane Staphanato (farmacêutica), Thiago Peixoto (jornalista) e Victor Rodrigues (escritor), que são idealizadores e coordenadores do projeto e, ainda conta com a participação de diversos outros poetas, amigos e parceiros.

poetas ambulantes - Renata Armelin

A intenção do coletivo é levar poesia e despertar um pensamento diferente naquelas pessoas que só querem voltar para casa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...