terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Galeria de Arte do Sesi-SP expõe A Arte da Tapeçaria – Tradição e Modernidade

Fonte: FIESP
14 de fevereiro de 2013

Amostra reúne tapeçarias murais com obras de 39 artistas internacionais, como Vik Muniz, Arpad Szenes, Almada Negreiros, Burle Marx, entre outros

Dulce Moraes, Agência Indusnet Fiesp

Até março, quem passar pela Avenida Paulista poderá apreciar uma exposição inédita no Centro Cultural Fiesp dedicada à arte milenar da tapeçaria.

A mostra A Arte da Tapeçaria – Tradição e Modernidade reúne, pela primeira vez no Brasil, 48 tapeçarias de Portalegre, do Alentejo. A região é conhecida por suas tapeçarias murais decorativas que reproduzem obras de pintores famosos, por meio de uma técnica manual.




Nos murais, o público pode ver obras de 39 artistas contemporâneos consagrados: Almada Negreiros, Camarinha, Júlio Pomar, Eduardo Nery, Le Corbusier, Vieira da Silva, Vik Muniz, Arpad Szenes, Graça Morais, Sonia Delaunay, Bruno Munari, Pedro Calapez, Lourdes Castro, Álvaro Siza, Rigo 23, Rui Moreira, Jean Lurçat, Hans Erni, Burle Marx e Joana de Vasconcelos.

Com a curadoria de Luís Neves, a mostra é uma iniciativa do Sesi-SP, em parceria com a Espírito Santo Cultura (RJ) e a Manufactura de Tapeçarias de Portalegre, em comemorações do Ano Brasil-Portugal. A entrada é franca.

Giro pela história e pela técnica
Além do valor histórico e artístico desse tipo tão peculiar de tapeçarias portuguesas, o público irá descobrir como, a partir dos teares de Portalegre, são produzidas essas obras únicas, desde a criação dos cartões originais, a ampliação e transposição com a técnica dos desenhistas e a execução da tapeçaria com a maestria das tecedeiras.

Para se aproximar ao máximo do desenho original, os artistas contam com mais de 7 mil cores em lã e combinações. Cada trama é formada por oito fios de lã, escolhidos criteriosamente em busca de se manter a fidelidade às obras de arte.

Origens
Herdeira da tradição francesa e belga de tapeçaria mural, a tapeçaria de Portalegre foi considerada por Jean Lurçat, grande renovador dessa arte no século 20, a melhor do mundo.

A Manufactura de Tapeçarias de Portalegre, foi fundada em 1946, no interior de Portugal, por Guy Fino e Celestino Peixeiro, e marcou a virada na história da tapeçaria mural.

A organização adotou uma nova técnica de tecelagem, conhecida como o Ponto de Portalegre, e associou sua produção a grandes nomes da arte contemporânea portuguesa e internacional.

Trata-se de uma das últimas manufaturas no mundo a trabalhar com um bem cultural desta natureza de forma completamente manual. Atualmente, reúne mais de 200 artistas consagrados que produzem suas obras em tapeçaria de Portalegre.

Agende-se!
Exposição A Arte da Tapeçaria – Tradição e Modernidade

Entrada franca
De 8 de dezembro de 2012 a 10 de março de 2013
Local: Galeria de Arte do Sesi-SP – Centro Cultural Fiesp – Ruth Cardoso (Av. Paulista, 1313 – Metrô Trianon-Masp) O espaço tem acessibilidade.
Datas e horários: segunda-feira, das 11h às 20h; terça a sábado, das 10h às 20h; e domingo, das 10h às 19h (entrada até 20 minutos antes do fechamento)

Agendamentos escolares e de grupos devem ser realizados pelo telefone (11) 3146-7439 de segunda a sexta-feira, das 10h às 13h e das 14h às 17h,

Mais informações: (11) 3146-7405 e 7406

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...